Você é o visitante Nº 41945 

 

 

 

 

Selo do Prêmio Itaú-Unicef

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

PARTICIPAÇÃO DO PREMIO ITAÚ-UNICEF

 

 

 

Jardim Anil
 

 

Até o ano de 1999, 440 famílias ocupavam a margem esquerda do Canal Anil, em Jacarepaguá. Devido às constantes enchentes provocadas pela poluição do canal, receptor de lixo e esgoto, a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro iniciou a Conjunto Jardim Anil – Rio de Janeiro-RJimplantação de um projeto de reurbanização da área, que incluía o alargamento do Canal do Anil. No entanto, para realizar essa obra era necessário deslocar as 440 famílias acima mencionadas e a solução encontrada pela Prefeitura foi o reassentamento dessas pessoas para apartamentos populares da zona norte ou na periferia da cidade, pois não existiam, no cadastro de terrenos da Prefeitura, áreas disponíveis para reassentar um grande número de famílias nas proximidades de seu lugar de origem.

Como a maioria dos moradores não desejava se afastar do lugar de origem, o Sr. Rubens Moreira, líder da comunidade, procurou a Prefeitura para buscar outras alternativas. A Prefeitura ofereceu o terreno e recursos para a realização da infra-estrutura urbana. A construção das unidades habitacionais ficaria a cargo dos moradores, que, com a indenização recebida poderiam construir pelo Projeto Mutirão, com assessoria técnica da Prefeitura.

Das 440 famílias que residiam às margens do Canal, sendo que na ocasião 45 aceitaram a proposta da Prefeitura e criaram a Associação de Moradores e Amigos do Jardim do Anil, elegendo o Sr. Rubens como seu representante.

O terreno oferecido pela Prefeitura seria obtido através de uma permuta com a empresa Antarctica, que possuía um terreno nas proximidades. Isso atendia à prerrogativa inicial de evitar deslocamentos muito bruscos das comunidades em área de risco, o que causaria transtornos em todos os envolvidos.

O terreno foi declarado Área de Especial Interesse Social, para fins de inclusão em programa

de urbanização e regularização nos termos do Parágrafo 1º do Artigo 141 da Lei Complementar Nº 16, de 4 de junho de 1992, publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro no dia 24/6/1999.

O início da obra, situada no bairro de Jacarepaguá, deu-se em 2000, e sua entrega feita no ano seguinte. Resultou num conjunto de 207 casas unifamiliares de diferentes tipologias, com área útil de 26 a 40m2 com possibilidades de ampliações.

 
Principal | Instituição | Nossos Projetos | Onde estamos? | Fale Conosco Loja Web
Todos os direitos reservados
AMAJA Associação Moradores Amigos Jardim Anil ordem política social étnica religiosa melhoria da qualidade de vida moradores Comunidade Jardim Anil